Procópio

Procópio

O zagueiro Procópio Cardoso Neto foi contratado pelo Cruzeiro em 1959. Em sua primeira passagem, formou zaga com Nilsinho, Massinha e Cléver nas conquistas dos estaduais de 1959 e 1960.

Em fevereiro de 1959, Felício Brandi, presidente do Cruzeiro, que andava a procura de um zagueiro, entusiasmou-se com a descoberta do futebol de Procópio e rapidamente o levou para vestir a camisa azul pagando pouco mais de 31 mil cruzeiros mais o passe de dois atacantes.

Estreou com a camisa celeste em 22 de março (um dia após completar 20 anos), num amistoso contra o Bela Vista (vitória por 4 a 2), em Sete Lagoas, mas somente virou titular no final daquele ano.

O defensor ficou conhecido como xerife da zaga celeste. Com técnica e espírito de liderança, o zagueiro contribuiu para levar o time do Cruzeiro às finais dos Brasileiros de 1973 e 1974. 

Títulos

·        Taça Brasil 1966

·        Campeonato Mineiro 1959, 1960, 1961, 1967, 1973



Outros Jogadores Clássicos