Negócios como pano de fundo

Cruzeiro e Bahia se reúnem e daí pode sair uma troca

Em 21/01/2020 10:31

Negócios como pano de fundo

Representantes de Cruzeiro e Bahia estiveram reunidos, ontem, em Belo Horizonte.

Em pauta, a gestão de negócios, a vivência do clube baiano em sua reestruturação - que precisou de intervenção judicial - e, como pano de fundo, negócios.

Não há bobo no futebol e toda crise gera uma chance, uma oportunidade de negócio.

Principalmente quando um atleta é "cupincha de empresário".

Sabedores que Ederson não quer jogar no Cruzeiro e que seu empresário, André Cury, também não deseja isso, iniciou-se uma conversa a respeito de uma possibilidade de Ederson jogar no Bahia.

Não foram tratados, ainda, valores.

Mas alguns jogadores tiveram os nomes "postos à mesa", como o meia Régis.

Na justiça contra o clube, Ederson não aparece para treinar há muito tempo, desde 9 de janeiro.

No processo que move, ele pede R$ 2,6 milhões da Raposa.

Uma conversa entre Cruzeiro e André Cury foi realizada, mas as bases foram bem desvantajosas para o Cruzeiro.

Cury parece querer retirar o jogador à força.

Guilherme Bellintani, presidente do Bahia, pretende levar o jogador.

Não se sabe, ainda, se de forma definitiva ou por empréstimo.

Uma coisa é certa: para que tudo ocorra, é necessário que o processo seja retirado da justiça.

Algo nesse sentido deverá ocorrer em breve.

Por: Raposo Sensato

 

 



Últimas Notícias




História

Títulos

Ídolos Celestes

Jogadores Clássicos

Torcida

Mantos Celestes

Clássicos

Cruzeirenses Ilustres

Estatísticas

Curiosidades

TV Nação

Humor

Cliques da Nação

Artistas Celestes

Gatas Celestes

Tabelas

Calendário de Jogos

Downloads