’Vou aonde você for....’’

Jogando pelo Troféu Inconfidência, Cruzeiro bate o Patrocinense no Mineirão.

Em 01/08/2020 16:42

’Vou aonde você for....’’

Aquele refrão “E não importa onde fores jogar, por toda vida vou te acompanhar...” tantas vezes entoado pelos cruzeirenses nunca fez tanto sentido. Após a eliminação no Campeonato Mineiro pela Caldense, o Cruzeiro fez hoje uma das partidas das Semifinais do Troféu Inconfidência.

O time escalado por Enderson Moreira trouxe muitas novidades, entre elas, o goleiro Vitor Eudes, o zagueiro Ramon, Filipe Machado atuando pela lateral direita, Claudinho entrando de titular e o lateral esquerdo Giovanni que fez sua primeira partida com a camisa do Cruzeiro. O time estrelado também contou com o retorno de Léo. Marcelo Moreno ficou de fora se recuperando de dores nas costas.

No primeiro tempo o time azul estrelado pressionou bastante e teve várias chances com Maurício e Claudinho. Felipe Machado arriscou um chute em que a bola passou perto mas acabou saindo. Faltou mais criatividade e agressividade nas finalizações para que o Cruzeiro pudesse abrir o placar. No fim dos primeiros 45 minutos, a Patrocinense teve duas chances mas sem sucesso.

Na etapa final, o time azul voltou melhor e abriu o placar logo aos 11 minutos com Ramon após cruzamento de escanteio. O Cruzeiro promoveu as entradas de João Lucas, Marco Antônio, Roberson, Adriano e Wellinton. Aos 31 Roberson deixou o seu gol e aos 36 do segundo tempo, Maurício fechou o placar final fazendo o terceiro gol do time celeste e confirmar a vitória.

O jogo serviu para que o técnico do time celeste experimentasse e observasse  outras peças do elenco. Como já foi dito, o time passará por rodízios e é importante saber quais jogadores serão boas opções em diferentes formações táticas, conforme cada estilo de jogo que virá pela frente. Entretanto, de olho na Série B, que para o Cruzeiro começa no próximo sábado, é interessante já se ter um padrão de time titular até por questões de entrosamento e, quem sabe fazer uma boa estreia quando a bola rolar pela Segunda Divisão do Campeonato Brasileiro.

 O momento atual do clube serve como prova para aqueles que se dizem amar a instituição incondicionalmente. Ser Cruzeiro é muito mais do que estar presente em meio as glórias. Estive presente nas boas e também estarei presente nas más, pois não carregarei o peso de abandonar o time justamente em sua pior fase. O Cruzeiro precisa do seu maior patrimônio, o Cruzeiro precisa de você torcedor!

Seguimos juntos. 

 

Por: Vívian Rafaelly



Últimas Notícias




História

Títulos

Ídolos Celestes

Jogadores Clássicos

Torcida

Mantos Celestes

Clássicos

Cruzeirenses Ilustres

Estatísticas

Curiosidades

TV Nação

Humor

Cliques da Nação

Artistas Celestes

Gatas Celestes

Tabelas

Calendário de Jogos

Downloads