Vantagem revertida

Cruzeiro vence partida contra o rival e joga pelo empate no sábado

Em 14/04/2019 18:26

Vantagem revertida

                                                                                     

O Cruzeiro reverteu a vantagem do rival na tarde deste domingo. Jogando no Mineirão e com grande presença da torcida, o Maior de Minas dominou boa parte do jogo, teve maior posse de bola e foi mais eficiente. Venceu por 2 a 1, gols de Marquinhos Gabriel e Leo. Ricardo Oliveira descontou. Fred chegou a marcar, mas o árbitro, após consultar o VAR, anulou o tento, que seria o terceiro celeste. O resultado deixa o Cruzeiro a um empate do bicampeonato seguido.

Em jogo nervoso, principalmente no segundo tempo, o Cruzeiro fez valer o mando de campo. No entanto, só no final do primeiro tempo inaugurou o placar. Marquinhos Gabriel recebeu belo passe de Fred e deu um bom chute. A bola desviou em Leonardo Silva e matou Victor. 1 a 0, placar que encerrou o primeiro tempo.

Na volta do intervalo, a partida ficou equilibrada e, numa vacilada da zaga, a bola chegou a Ricardo Oliveira, que empatou. 1 a 1. No entanto, pouco tempo depois, após escanteio cobrado, Dedé desviou e a bola chegou a Leo, que concluiu, pondo o Cruzeiro novamente na frente. Em novo escanteio, já aos 35min, Fred desviou para as redes. O VAR viu irregularidade no lance e alertou o árbitro que, após rever o lance algumas vezes, anulou. 

O local do segundo jogo ainda é indefinido. Possivelmente será no Independência, apesar de o Mineirão caber três vezes o torcedor.

Estreia

Pedro Rocha estreou pelo Cruzeiro diante do rival. O jogador participou de alguns lances e atuou ali pelo lado esquerdo.

Nervosismo

O jogo ficou pegado e teve lances violentos. Tanto que cada time teve um expulso. Rafinha e Adilson acabaram indo para o chuveiro mais cedo. No primeiro tempo, Luan e Egidio se estranharam várias vezes. O jogador do rival acabou saindo no intervalo. Foram 13 cartões amarelos e dois vermelhos.

                                                                                       

 

Cruzeiro

Fábio; Edílson, Dedé, Leo e Egídio; Henrique, Lucas Romero (Ariel Cabral), Robinho (Rafinha), Rodriguinho (Pedro Rocha) e Marquinhos Gabriel; Fred. Técnico: Mano Menezes

 

Atlético

Victor; Guga, Réver, Igor Rabello e Fábio Santos; Adilson e Elias; Luan (Maicon Bolt), Cazares (Vinicius) e Chará; Ricardo Oliveira (Geuvânio). Técnico: Rodrigo Santana

 

Gols: Marquinhos Gabriel (aos 45’1ºT), Ricardo Oliveira (aos 10’2ºT), Leo (aos 15’2ºT)

Cartões amarelos: Luan, Ricardo Oliveira, Maicon Bolt, Fábio Santos, Adilson, Leonardo Silva, Victor (Atlético); Fred, Henrique, Lucas Romero, Edilson, Marquinhos Gabriel, Rafinha (Cruzeiro)

Cartões vermelhos: Rafinha (Cruzeiro); Adilson (Atlético)

 

Motivo: primeira partida da final do Campeonato Mineiro

Local: Mineirão, em Belo Horizonte (MG)

Público Presente: 51.032

Público Pagante: 44.650

Renda: R$ 1.952.766,00

Data e horário: 14 de abril de 2019 (domingo), às 16h

Árbitro: Wagner do Nascimento Magalhães (RJ)

Assistentes: Rodrigo Figueiredo Henrique Corrêa e Michel Correia (RJ)

VAR: Bruno Arleu de Araújo



Últimas Notícias

Em 25/04/2019

150 dias depois...

150 dias depois...

Em 24/04/2019

Notas da Toca

Notas da Toca




História

Títulos

Ídolos Celestes

Jogadores Clássicos

Torcida

Mantos Celestes

Clássicos

Cruzeirenses Ilustres

Estatísticas

Curiosidades

TV Nação

Humor

Cliques da Nação

Artistas Celestes

Gatas Celestes

Tabelas

Calendário de Jogos

Downloads