Vantagem revertida

Cruzeiro vence partida contra o rival e joga pelo empate no sábado

Em 14/04/2019 18:26

Vantagem revertida

                                                                                     

O Cruzeiro reverteu a vantagem do rival na tarde deste domingo. Jogando no Mineirão e com grande presença da torcida, o Maior de Minas dominou boa parte do jogo, teve maior posse de bola e foi mais eficiente. Venceu por 2 a 1, gols de Marquinhos Gabriel e Leo. Ricardo Oliveira descontou. Fred chegou a marcar, mas o árbitro, após consultar o VAR, anulou o tento, que seria o terceiro celeste. O resultado deixa o Cruzeiro a um empate do bicampeonato seguido.

Em jogo nervoso, principalmente no segundo tempo, o Cruzeiro fez valer o mando de campo. No entanto, só no final do primeiro tempo inaugurou o placar. Marquinhos Gabriel recebeu belo passe de Fred e deu um bom chute. A bola desviou em Leonardo Silva e matou Victor. 1 a 0, placar que encerrou o primeiro tempo.

Na volta do intervalo, a partida ficou equilibrada e, numa vacilada da zaga, a bola chegou a Ricardo Oliveira, que empatou. 1 a 1. No entanto, pouco tempo depois, após escanteio cobrado, Dedé desviou e a bola chegou a Leo, que concluiu, pondo o Cruzeiro novamente na frente. Em novo escanteio, já aos 35min, Fred desviou para as redes. O VAR viu irregularidade no lance e alertou o árbitro que, após rever o lance algumas vezes, anulou. 

O local do segundo jogo ainda é indefinido. Possivelmente será no Independência, apesar de o Mineirão caber três vezes o torcedor.

Estreia

Pedro Rocha estreou pelo Cruzeiro diante do rival. O jogador participou de alguns lances e atuou ali pelo lado esquerdo.

Nervosismo

O jogo ficou pegado e teve lances violentos. Tanto que cada time teve um expulso. Rafinha e Adilson acabaram indo para o chuveiro mais cedo. No primeiro tempo, Luan e Egidio se estranharam várias vezes. O jogador do rival acabou saindo no intervalo. Foram 13 cartões amarelos e dois vermelhos.

                                                                                       

 

Cruzeiro

Fábio; Edílson, Dedé, Leo e Egídio; Henrique, Lucas Romero (Ariel Cabral), Robinho (Rafinha), Rodriguinho (Pedro Rocha) e Marquinhos Gabriel; Fred. Técnico: Mano Menezes

 

Atlético

Victor; Guga, Réver, Igor Rabello e Fábio Santos; Adilson e Elias; Luan (Maicon Bolt), Cazares (Vinicius) e Chará; Ricardo Oliveira (Geuvânio). Técnico: Rodrigo Santana

 

Gols: Marquinhos Gabriel (aos 45’1ºT), Ricardo Oliveira (aos 10’2ºT), Leo (aos 15’2ºT)

Cartões amarelos: Luan, Ricardo Oliveira, Maicon Bolt, Fábio Santos, Adilson, Leonardo Silva, Victor (Atlético); Fred, Henrique, Lucas Romero, Edilson, Marquinhos Gabriel, Rafinha (Cruzeiro)

Cartões vermelhos: Rafinha (Cruzeiro); Adilson (Atlético)

 

Motivo: primeira partida da final do Campeonato Mineiro

Local: Mineirão, em Belo Horizonte (MG)

Público Presente: 51.032

Público Pagante: 44.650

Renda: R$ 1.952.766,00

Data e horário: 14 de abril de 2019 (domingo), às 16h

Árbitro: Wagner do Nascimento Magalhães (RJ)

Assistentes: Rodrigo Figueiredo Henrique Corrêa e Michel Correia (RJ)

VAR: Bruno Arleu de Araújo



Últimas Notícias

Em 17/07/2019

Classificado!

Classificado!

Em 16/07/2019

Torcida é isso!

Torcida é isso!

Em 16/07/2019

Dia D

Dia D