Derrota no Sul

Cruzeiro vacila, desperdiça chances e erra defensivamente

Em 12/05/2019 18:10

Derrota no Sul

                                                                                    

 

O Cruzeiro não teve sorte nesse Dia das Mães. Diante do Internacional, no Beira-Rio, o time de Mano Menezes até que se portou bem no primeiro tempo. No entanto, acabou errando demais defensivamente e possibilitando aos donos da casa vencerem a partida. Se no primeiro tempo o Cruzeiro mereceu terminar à frente, no segundo tempo acabou propiciando espaços e o Internacional aproveitou. O clima esquentou no final, com jogadas ríspidas. Edilson, esquentado, acabou expulso. Lance que poderá render uma suspensão alta. Sem o rerserva imediato, Orejuela, machucado, Romero deverá jogar os próximos jogos por ali.

O Internacional saiu na frente, com Nonato, em um lance de sorte. A bola bateu na barreira, na trave e sobrou para o jovem marcar. O mesmo lance se repetiria quase na mesma sequência no terceiro gol, feito por Moledo. 

Apesar de estar atrás, o Cruzeiro não se intimidou e empatou, com Dedé. O Maior de Minas teve chances de sair vencedor na primeira etapa, mas não foi eficiente. Na volta para o segundo tempo, o Cruzeiro deu espaços que não havia dado no início. A lateral-esquerda, mais uma vez, foi deficiente. Dodô ainda não mostrou um futebol convincente e deixar Egídio no banco é "forçação de barra". Egídio, a menos que esteja cansado, está a anos-luz à frente do ex-lateral do Santos. Numa blitze ofensiva o Inter fez o segundo, com Guerrero pôs o Inter à frente. Antes disso, Fred perdeu um lance incrível na área. Depois disso, foi a vez de Sassá.

E sendo deficiente na defesa no segundo tempo e mal ofensivamente, o Cruzeiro volta do Sul com nenhum ponto.

Pontos a serem ajustados.

E pensar nos próximos jogos, sem tanto rodízio e com mais foco.

 

Por: João Vitor Viana.



Últimas Notícias