No banco dos réus

Cruzeiro faz BO e vai denunciar rival por agressão a ônibus

Em 06/08/2019 23:38

No banco dos réus

O treinador do lado de lá falou em "ódio mortal" antes do jogo.

E mais uma vez vieram ataques ao ônibus do Cruzeiro.

Mais uma vez o "anfitrião" não deu as condições ideais para que o Cruzeiro chegasse ao estádio do América.

Por mais que o Cruzeiro tenha sido derrotado, não pode ficar calado diante de mais uma agressão por parte da torcida do rival.

O clube promete, agora, apresentar denúncia.

E faz certo.

Futebol não se faz com ódio, não se faz com vandalismo, não se faz com instigação à agressão, à violência, como pregou o senhor Rodrigo Santana.

Rivalidade não se resolve com agressões.

O Cruzeiro lavrou Boletim de Ocorrência.

Juntou os relatos midiáticos sobre o tema, sobre o fato.

Dessa vez não teve feridos, como na última, quando o médico do clube teve ferimentos nas mãos.

Mas não vai ficar barato.

Aliás, pode até ficar.

Afinal, os tribunais, há anos, têm sido coniventes com esse tipo de ato.

Até quarta-feira o Cruzeiro vai apresentar a denúncia.

Embasamento no art. 211 do Código Brasileiro de Justiça Desportiva. 

Multa com possível interdição do local.

Durante o jogo ainda houve relatos de objetos atirados no gramado.

Estádio pífio, inseguro e que constantemente é palco desse tipo de vandalismo.

Que esses pilantras, selvagens e bandidos sejam presos.

E os "anfitriões" responsabilizados.

Por: Raposo Sensato

 

 



Últimas Notícias