Chamem um bombeiro!

Técnico que chegar terá que apagar o fogo antes de arrumar a casa

Em 08/08/2019 08:36

Chamem um bombeiro!

Quem será o próximo técnico do Cruzeiro? Na boca da torcida, dois nomes: Abel Braga e Dorival Júnior, ambos desempregados. Contudo, não se sabe se são os nomes preferidos da diretoria e, após um longo e tenebroso inverno, o Cruzeiro volta à época de especulações e justamente num momento de de crise, dentro e fora dos gramados. Se por um lado a diretoria parece se centrar em Marcelo Djian, um diretor de futebol tímido, que em dois anos no cargo deu quatro entrevistas, por outro vê-se um time completamente perdido em campo, em liderança interna e externa, numa espécie de cego em tiroteio. Quem vier terá que ser o "estilo bombeiro", apagando o fogo antes de consertar os problemas. Para arrumar a casa, é necessário, antes de mais nada, definir líderes internos, afastar quem não agrega, mudar estilos e fazer treinos exaustivos. E aí vem a pergunta: quem será esse bombeiro?

Nas redes sociais, nomes como Marcelo Oliveira, Lisca Doido, Rogério Ceni, Aguirre, Pekerman, Gareca também são citados. Até Thiago Larghi! Adilson Batista, único time que ele conseguiu uma sequência e mostrou algo, foi no Cruzeiro. Contudo, fez trabalhos ruins, o último no América. Parece mais uma pessoa que deveria ter um cargo de diretoria que propriamente um técnico. Nome de Roger Machado também é lembrado pela torcida. Mas dificilmente vai largar a organização do Bahia, que tem dirigentes competentes e que trabalham em prol do clube, para vir para um time que não se sabe por onde anda o presidente, se o vice-presidente de futebol está mesmo afastado, se o secretário-geral está na Toca ou se o diretor de futebol vai aparecer. Ao que tudo indica, para o Cruzeiro sair dessa crise, antes de mais nada precisa se organizar e trazer alguém que também seja uma espécie de manager. Ou seja, nisso aí, vários nomes já não se encaixariam. Mas o Cruzeiro virou poço de especulação e não necessariamente quem vier terá esse ou aquele estilo. 

Nomes com Celso Roth e Ney Franco não foram citados. Aliás, teve quem agradecesse que Ney acertou com o Goiás...

Por: João Vitor Viana



Últimas Notícias