Um time de constrastes

Números celestes são ridículos, mas curiosos

Em 26/11/2019 02:03

Um time de constrastes

Ninguém tem dúvidas que o Cruzeiro fará, em 2019, a pior campanha de sua história nos "Pontos Corridos", independentemente de sua permanência na elite do futebol. Certamente o aproveitamento será um ultraje diante de sua história, de sua grandeza e do que representa esse time, principalmente fora do "eixo Rio-São Paulo", sendo um dos poucos que desbancam os afortunados daquela região e privilegiados por tantas outras circunstâncias históricas. Contudo, os números de 2019 trazem curiosidades até aqui.

Para se ter uma ideia, faltando quatro rodadas, em 2011, quando o time quase caiu, fazendo 43 pontos, com 11 vitórias, 10 empates e 17 derrotas, nessa altura do campeonato o clube tinha 37 pontos. Pela frente pegou o Avaí (0x0), Athletico (1x1), Ceará (2x2), chegando na última rodada com 40 pontos e tendo que vencer o rival em casa. Venceu e por 6 a 1. Mas ali tinham jogadores, embora menos técnicos que os de hoje, mas comprometidos e com vergonha na cara, o que pouco se vê no atual elenco protegido por Abel Braga.

Nesse ano, faltando quatro rodadas, temos sete vitórias, 50% de probabilidades de queda e dois jogos em casa e dois fora. A partida contra o CSA é primordial. Diferente de 2011, um empate nos põe muito mal, já que temos menos vitórias que naquele ano (já tínhamos 10). No entanto, em 2019, o Cruzeiro mantém poucas derrotas. Para se ter uma ideia, quem menos perdeu de baixo para cima é o Vasco. Entre os 10 últimos, o Cruzeiro foi o time menos derrotado. No entanto, é o que mais empatou, 15, e um dos que menos venceu: sete. Só Avaí, rebaixado, e Chapecoense, quase rebaixado, venceram menos. O CSA também venceu sete e está com 99% de chance de ser rebaixado.

E para vencer, o Cruzeiro terá que melhorar seu faro do gol: até aqui, com 27 gols, o time tem um ataque tão inoperante quanto ao da Chapecoense, time que mesmo batendo o Avaí - sim, a Chape venceu fora de casa e nós não - e que está quase rebaixado.

Números curiosos do Cruzeiro:

 

Time que fez apenas 27 gols em 34 jogos.

Defesa menos vazada que Vasco, rival, Botafogo, Fluminense, CSA, Chape, Goiás e Avaí.

Uma das melhores defesas do segundo turno até a partida contra o Santos.

Time que mais empatou entre todos: 15.

Time com o terceiro número negativo de vitórias: 7

O artilheiro do time no Brasileiro é Thiago Neves, com seis gols.

Gabigol, sozinho, tem quase o número de gols do Cruzeiro: 22 contra 27 da Raposa.

 

 



Últimas Notícias

Em 08/12/2019

Fim de um ciclo

Fim de um ciclo

Em 08/12/2019

Fim de um ciclo

Fim de um ciclo




História

Títulos

Ídolos Celestes

Jogadores Clássicos

Torcida

Mantos Celestes

Clássicos

Cruzeirenses Ilustres

Estatísticas

Curiosidades

TV Nação

Humor

Cliques da Nação

Artistas Celestes

Gatas Celestes

Tabelas

Calendário de Jogos

Downloads