No caminho

Mesmo com empate, Cruzeiro mostra evolução com Luxemburgo

Em 13/10/2021 10:57

No caminho

É possível jogar bem e tirar-se o máximo de atletas mesmo com limitação. Tudo bem que com o dinheiro na conta, as coisas tendem a ser menos complicadas. Contudo, Luxemburgo tem conseguido algo mais: atletas honrando e suando a camisa, algo que há tempos não víamos.

Aquele papo de "você finge que me paga e eu finjo que jogo" ficou nos tempos da "galerinha do mal" e, depois, do amadorismo de dirigentes. Com Luxemburgo e Ricardo Rocha nota-se o respeito à instituição e à torcida e uma vontade de vencer. Nem sempre é possível, como não foi diante do Botafogo, quando detalhes definiram o empate por 0 a 0. Ah, Brock!

A cada rodada o cruzeirense lamenta mais que Luxemburgo tenha chegado tardiamente. Uma pena que não veio no início do ano e iniciou ali o projeto. Infelizmente, os mesmos erros de 2020 se repetiram em 2021, com uma ressalva: para 2022 a tendência é de continuidade, não de ruptura, como fez o senhor SSR.

O caminho mostra-se promissor. Uma evolução é nítida. Luxemburgo resgatou o que há de melhor em jogadores que pouco se esperavam. Recuperou atletas, como Giovanni, deu oportunidades para a base e mostra que o Cruzeiro pode mesclar experiência e juventude com um mínimo de qualidade e postura em campo.

Desfalques

Para o jogo contra o Avaí, dia 22, o Cruzeiro não terá três importantes peças: Luxemburgo, Adriano e Giovanni. Todos suspensos pelo terceiro cartão amarelo.

Por: João Vitor Viana



Últimas Notícias




História

Títulos

Ídolos Celestes

Jogadores Clássicos

Torcida

Mantos Celestes

Clássicos

Cruzeirenses Ilustres

Estatísticas

Curiosidades

TV Nação

Humor

Cliques da Nação

Artistas Celestes

Gatas Celestes

Tabelas

Calendário de Jogos

Downloads